Editorial de 30 de Julho de 2002

CRONOLOGIA PARA O FIM DOS TEMPOS

SEGUNDO O CATECISMO DA IGREJA CATÓLICA

A maioria esmagadora dos que se dizem Católicos não praticantes, não é fiel e obediente ao Papa João Paulo II, não aceitam a maioria dos dogmas da Fé Católica, não acreditam no demónio, não acreditam em Aparições e Mensagens de Jesus e da Virgem Maria, logo, e de facto, NÃO SÃO CATÓLICOS! O orgulho, a ignorância das coisas de Deus, leva-os a dizerem que são Católicos, mas de facto e na realidade, não o são.

A maioria esmagadora dos que se dizem Católicos praticantes, não é fiel e obediente ao Papa João Paulo II, não aceitam também muitos dos dogmas da Fé Católica, não acreditam no demónio, não acreditam em Aparições e Mensagens de Jesus e da Virgem Maria, logo, e de facto, TAMBÉM NÃO SÃO CATÓLICOS! O orgulho, a ignorância das coisas de Deus, leva-os também a dizerem que são Católicos, mas de facto e na realidade, não o são, porque não vivem o amor ao próximo, não vivem a humildade, não são obedientes à Igreja, e são o que Jesus dizia dos fariseus - não entram nem deixam entrar os de fora. Dão um fraco testemunho de Jesus, da Sua Doutrina e do Seu Amor, e afastam, pelo seu exemplo de vida, os que os conhecem e podiam ser levados a se juntarem ao rebanho de Cristo.

Depois, há uma minoria que se afirma Católica, que é fiel e obediente ao Papa João Paulo II, aceitam todos os dogmas da Fé Católica, acreditam no demónio, acreditam em Aparições e Mensagens de Jesus e da Virgem Maria, vivem o amor e a Caridade. Só estes é que são verdadeiramente CATÓLICOS!

No seio desta minoria, fala-se do Fim dos Tempos, dos Sinais dos Tempos, de Milagres, dos Novos Céus e Nova Terra, da Vinda Gloriosa de Jesus, mas, no fim do Mundo, pensam que é coisa que não lhes diz respeito. Pensam que é coisa lá para as Calendas Gregas e que só vai ser, no mínimo, daqui a mil anos. Ora esta ideia é errada e completamente falsa. É perigosa mesmo, pois não permite ao homem ter uma noção correcta da dimensão do que está para acontecer.

É do torpor da ignorância deste facto que eu pretendo fazer sair as pessoas que se afirmam Católicas e que vivem hoje em dia, pensando que a coisa está mal… mas melhor ou pior, lá se há-de ir vivendo…

Mas, recapitulemos: Temos a certeza de que a Vinda Gloriosa de Jesus está para breve, pois dezenas de vezes já fomos alertados e ensinados pela Virgem Maria, através das Suas Mensagens ao Padre Gobbi. Da mesma forma, sabemos que os Novos Céus e Nova Terra, serão a seguir. Sabemos que o Juízo Final será no Fim do Mundo, mas erradamente, a maioria pensa que isso só será na fase terminal dos Novos Céus e Nova Terra. Pensam erradamente, que lá para o fim dos Novos Céus e Nova Terra, ainda o diabo vai ser solto por um tempo, e só depois então virá o Fim do Mundo e o Juízo Final. Terrível engano! Isto é falso! É a heresia do Milenarismo!

O Milenarismo  fala num reino messiânico de 1000 anos, no fim dos quais o demónio será solto para tentar a humanidade. Esta heresia tem sido sistematicamente condenada pela Igreja católica, e consta do Catecismo da Igreja Católica.

Catecismo da Igreja Católica nº676

§676 Esta impostura anticrística já se esboça no mundo toda vez que se pretende realizar na história a esperança messiânica que só pode realizar-se para além dela, por meio do juízo escatológico: mesmo em sua forma mitigada, a Igreja rejeitou esta falsificação do Reino vindouro sob o nome de milenarismo, sobretudo sob a forma política de um messianismo secularizado, "intrinsecamente perverso".

Já tratei deste assunto amplamente no Dossier da AMEN:

Relação entre o Fim do Mundo e Fim dos Tempos

Tenho de admitir no entanto que a culpa de quem assim pensa não é grande, pois estou convencido que este é um assunto que estava selado. Só há pouco tempo foi retirado o selo do livro e das Profecias que continham esta leitura dos tempos. Por esta razão, não tínhamos consciência clara da sequência dos acontecimentos.

Para esclarecer que de facto a sequência é a que apresento a seguir, vou depois transcrever extractos elucidativos e perfeitamente conclusivos do Catecismo da Igreja Católica que tratam este assunto tão delicado.

A Cronologia é pois:

Três Dias de Trevas - Fim do Mundo - Vinda Gloriosa de Jesus - Ressurreição dos mortos - Juízo Final - Novos Céus e Nova Terra para sempre

 

EXTRACTOS DO CATECISMO DA IGREJA CATÓLICA

V. O Juízo final

1038 A ressurreição de todos os mortos, «justos e pecadores» (Act 24,15), há-de preceder o Juízo final. …

Então Cristo virá «na sua glória, com todos os seus anjos (…). Todas as nações se reunirão na sua presença e Ele separará uns dos outros, …

O Juízo final terá lugar quando for a vinda gloriosa de Cristo. Só o Pai sabe o dia e a hora, só Ele decide sobre a sua vinda. …

VI. A esperança dos Novos Céus e Nova Terra

1042 No fim dos tempos, o Reino de Deus chegará à sua plenitude. Depois do Juízo final, os justos reinarão para sempre com Cristo, glorificados em corpo e alma, e o próprio Universo será renovado. …

1043 A esta misteriosa renovação, que há-de transformar a humanidade e o mundo, a Sagrada Escritura chama «os Novos Céus e Nova Terra» (2Pe 3,13). Será a realização definitiva do desígnio divino de «reunir sob a chefia de Cristo todas as coisas que há nos Céus e na Terra» (Ef 1,10).

1060 No fim dos tempos, o Reino de Deus chegará à sua plenitude. Então, os justos reinarão com Cristo para sempre, glorificados em corpo e alma; o próprio universo material será transformado. Deus será, então, «tudo em todos» (1 Cor 15, 28), na vida eterna.

Portanto, se queremos ser arautos do Evangelho, temos de pregá-lo na sua totalidade, sem peias nem meias, sem medo nem receios, sem tibieza.

Estamos nas vésperas do Fim do Mundo! Acordem! A Vinda Gloriosa de Jesus está iminente! A Humanidade e os homens estão prestes a ser julgados no Juízo Final. A separação do trigo e do joio vai começar! Depois… serão

os Benditos do Pai para a direita, para o Paraíso Celeste, …

e os malditos, para o fogo eterno!

+ + +

EtapassegundooCatecismo.htm